Oratório
O Oratório do CSNSF foi inaugurado em 04 de novembro de 2010, pelo então Arcebispo Metropolitano de Florianópolis, Dom Murilo Sebastião Ramos Krueger (hoje Arcebispo Primaz do Brasil), em uma Solene Celebração Eucarística de Bênção do Oratório de nosso Colégio.
 
ORATÓRIO: É um lugar destinado ao culto divino, com licença do Ordinário (Arcebispo Metropolitano), em favor de uma comunidade ou grupo determinado de fiéis (em nosso caso: estudantes, educadores e familiares).
O Oratório de nosso Colégio é o espaço para viver o mistério da salvação (a Páscoa de Jesus); espaço para o encontro de irmãos e irmãs; espaço da Palavra que se encarna e da Eucaristia que nos alimenta e salva; lugar de reconciliação e da profecia; lugar da vida nova e do amor; lugar da cruz e da ressurreição; lugar de adoração e louvor; lugar do compromisso e da partilha; lugar da festa e do silêncio; lugar do repouso e da ação salvífica; lugar da presença do “invisível”, a “tenda de Deus Conosco” (Ap 21, 3); lugar da tensão e da vigilância para com a criação e a redenção da vida; lugar da transfiguração e espaço do mistério que nos envolve e transforma.

Elementos Essenciais
O ALTAR

O altar é o principal elemento do espaço sagrado, a razão de ser deste espaço.
A razão é simples: o altar re-presenta (traz-nos sempre presente à memória) aquilo que é mais sagrado para nós, Cristo, em sua entrega total por nós, ontem, hoje e sempre.
Os significados simbólicos principais do altar são: ser representação da mesa da última ceia, ser símbolo da própria cruz sobre a qual foi oferecido o sacrifício redentor e ser símbolo do próprio Cristo.
Esta mesa de pedra (símbolo da solidez e perpetuidade) assinala para "a pedra que os construtores rejeitaram" e, não obstante, "tornou-se a pedra angular" (S1 118,22).
As cinco cruzes gravadas na pedra do altar correspondem às cinco Chagas do Redentor como fontes do sangue salvífico.
Deus nos manifesta a presença do Sacrifício de Cristo na centralidade simbólica do altar.
A MESA DA PALAVRA

Cristo está presente “pela sua palavra, pois é Ele mesmo que fala quando se lêem as Sagradas Escrituras  na igreja” (SC 7).
“A dignidade da Palavra de Deus requer, na igreja, um lugar condigno de onde possa ser anunciada e para onde se volte espontaneamente a atenção dos fiéis no momento da liturgia da Palavra” (IGMR n.309)
A SÉDIA (CADEIRA PRESIDENCIAL)

Ao presidir a celebração, ao elevar  a oração a Deus, em nome de todos, ao explicar a Palavra de Deus à comunidade,  o sacerdote age em nome de Cristo.
Esta cadeira presidencial (Sédia) deve expressar e valorizar o ministério da presidência. Não é um trono, pois o presidente das celebrações cristãs é sempre um servidor.
O ESPAÇO DA ASSEMBLÉIA

Mais que um mero ajuntamento de pessoas, a assembléia litúrgica é uma comunhão de homens e mulheres, dispostos a ouvir atentamente a palavra de Deus e celebrar dignamente a Eucaristia.
Melhor ainda, a assembléia reunida: é o próprio corpo de Cristo, cujos membros somos nós.
OUTROS ELEMENTOS SIMBÓLICOS
A CRUZ PROCESSIONAL
A cruz é o maior símbolo cristão. Sinal de salvação e vida. Está tradicionalmente presente no espaço sagrado, próxima do altar, pois, é no altar que é atualizado, sacramentalmente, o sacrifício de Cristo.
A cruz está no caminho e não no horizonte dos cristãos (por isso não usar uma grande cruz fixada).
A nossa meta é a ressurreição, a glória, a vida.



TABERNÁCULO (OU SACRÁRIO) 
 Por acreditamos na presença real de Jesus na Eucaristia, mesmo após a celebração eucarística, nós católicos, conservamos no Tabernáculo o Corpo de Cristo, presente nas hóstias consagradas.
O Tabernáculo de nosso Oratório contém gravada uma frase do próprio Jesus: “Eu estou convosco todos os dias” (Mt 28,10) e está localizado em uma coluna central iluminada, fazendo alusão assim, à “coluna luminosa” que guiou o povo de Deus pelo deserto (cf. Ex 14,19-20).
Hoje, é Cristo, o cordeiro de Deus, a nova Páscoa, que ilumina, sustenta e conduz nossas vidas ao amor a justiça e a paz.
Junto ao Tabernáculo mantemos uma chama acesa que indica, simbolicamente, a presença de Cristo.
A ÁGUA BENTA
Este local, logo na entrada do Oratório, lembra que “entramos” na Igreja, povo de Deus, seguidores de Jesus Cristo, no dia de nosso Batismo.
Todas as vezes que nos persignamos com a água benta, fazendo sobre nós o Sinal da Cruz, estamos lembrando o Batismo que nos tornou “pessoas novas”, “cidadãos do céu”, configuradas à Cristo.
Este local tem como objetivo favorecer a “passagem”, a transição, que precisamos cotidianamente fazer, saindo das realidades humanas e efêmeras e nos colocando no rumo das realidades divinas, eternas, isto é, ao encontro com o Senhor.

O PROJETO ICONOGRÁFICO
O que o intelecto diz com palavras, o ícone revela através de traços e cores e, de certo modo, torna presente.
O projeto arquitetônico de nosso Oratório é assinado por Miriam Reichert (Arquiteta, integrante da Comissão de Arte Sacra da Arquidiocese de Florianópolis) e o programa iconográfico é de Cláudio Pastro, um dos maiores artistas sacros da modernidade, mundialmente reconhecido.
 



O PANTOCRATOR
A palavra “pantocrator” (de origem grega) significa “todo poderoso”. Esta representação é muito antiga e significativa para os cristãos. Apresenta Cristo como Mestre (por isso, sentado), como aquele que ensina, revelando-nos o Pai.
Jesus mesmo disse: “Quem me vê, vê o Pai”. (Jo 14,9). Ou ainda, como diz São Paulo, “Ele é a imagem do Deus invisível” (Col 1,15).
Na mão esquerda segura a Escritura, contendo a seguinte frase em latim: “SALUS TUA EGO SUM” - “Eu sou a tua salvação”. (Sl 35,3). Esta frase é o lema da Família Salvatoriana.
MARIA
Maria está intimamente ligada ao mistério de seu filho, Jesus. Sua missão está unida a dele, desde o seu nascimento até a cruz e ressurreição. Ela é á "cheia de graça", a grande discípula missionária de Jesus, modelo para a Igreja.
Temos certeza que este Oratório é espaço sagrado da presença de Deus e da revelação do seu Amor.
Somos chamados, todos nós, a construir a verdadeira Igreja, edificada sobre a fé dos Apóstolos, constituída de pedras vivas, tendo como fundamento Jesus Cristo, a pedra angular.
Neste local devemos adorar a Deus em espírito e verdade.
Este Oratório, por tudo o que ele significa que ser como nos ensina o livro do Apocalipse, “a morada de Deus com os homens” (Ap 21, 3).

(48) 3244-0455 | Rua Afonso Pena, 1264 | Estreito | Florianópolis | SC | 88070-650
2012 - 2017
Todos os direitos reservados.